4 de jan de 2013

Resenha: Pingo d’Água – Vicente Amaral

Pingo d’Água (Gulliver Editora, 32 páginas) é um livro infantil daqueles que encantam todas as idades e trazem uma bela mensagem sem serem piegas.

Começamos numa nuvem, num belo céu azul. Apesar do espaço – ou falta dele –, Pingo d’Água vive feliz ali com seus irmãos, brincando de formar diferentes figuras nas nuvens.

“Se a nuvem tivesse nacionalidade, aquela seria uma nuvem da China, com uma superpopulação de pingos d’água se espremendo toda para caber lá dentro”.

E com tanto pingo d’água num só lugar, Pingo d’Água cai e cai, pois um dia todos caem, é a leia da vida. Acontece que a distância até o chão é imensa, mas ele consegue pousar numa folha de roseira que começa a lhe mostrar os encantos da Natureza, todas as suas formas e cores.

A partir daí o leitor vê o mundo através do pingo d’água, ou seja, as ilustrações ficam meio distorcidas – uma ideia bem bacana e diferente para que as crianças e adultos entrem de fato na história.

Porém, ser apenas mais um num imenso grupo talvez seja a visão e situação de muitos. Assim acontece com Pingo d’Água, depois que conhece as belezas naturais, começa a se achar sem cor, sem graça, sem nenhum motivo para existir.

Imagem do livro
Então a sábia roseira, vendo a tristeza de seu novo amigo, explica o quão importante são os pingos d’água, que trazem a vida e as cores. E no final há uma grande surpresa para todos, principalmente para Pingo d’Água.

O texto trata sobre autoaceitação e que cada um tem um papel no mundo, qualquer que seja o seu tamanho a princípio, pode transformar muitas vidas, inclusive a própria.

O autor Vicente Amaral (1948), que também é o ilustrador da obra, consegue passar uma bela mensagem em poucas páginas e linhas. Exatamente o que as crianças e adultos precisam – sem ter que perder tempo recorrendo a livros específicos, como os de autoajuda, afinal todos os livros, se lidos com atenção, acrescentam algo às nossas vidas. 

A capa é interessante, mostra uma nuvem e dentro dela traz o título formado por água, bem simples e convidativo. E dentro o leitor encontra muitas cores, aquelas que Pingo d’Água, o personagem, conhece e tanto almeja. 

Um detalhe interessante é que para o lançamento a Gulliver Editora preparou um marcador feito com um papel especial com sementes e pode ser plantando. A frase usada pela editora é: “plante o marcador e nos ajude a colorir o mundo”. Outra ideia incrível!

Marcador especial para plantar
Leia e encante-se.

*****
Editora: Gulliver
ISBN: 9788565432030
Ano: 2012
Páginas: 32

3 comentários:

  1. Adoramos este livro! Meu filhinho de 4 anos ficou fâ do Pingo D'Agua, inclusive conseguiu ver a carinho de Pingo D'Agua em todas as ilustrações. E o interessante é que ele enxergou Pingo D'Agua sorrindo, feliz ... Virou um grande amiguinho de Gabriel. Adorei e recomendo!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que incrível, Denise! Um pequeno leitor superinteligente! =)

      Excluir
  2. Priscilla R. Dutra24/01/2013 10:59

    Poxa, um marcador bem diferente! Amei a idéia ;D E o livro vai pra lista tb. Para mim e futuras gerações =D

    ResponderExcluir

Obrigada por dividir sua opinião. Ela é muito importante para o crescimento do blog e de seus leitores.