7 de nov de 2012

Resenha: O Castelo Animado - Diana Wynne Jones

E se de repente você, jovem com toda a vida pela frente, encontrasse uma bruxa que aparentemente sem motivos a transformasse em uma velha de uns 90 anos? E se esse feitiço não permitisse que fosse revelado que você na verdade está sob um feitiço?

Com a morte do pai, Sophie – a mais velha de três irmãs, desta forma a que menos tem direitos e que todos sabem não ter futuro, pois assim é aquela sociedade – depois de sua madrasta se aposentar herdará a chapelaria, a moça sem outra opção e, sempre tendo trabalhado ali, não mostra entusiasmo.
           
Bem, agora enfeitiçada pela Bruxa das Terras Desoladas, resolve que é hora de mudar e buscar outra vida. Suas irmãs já haviam sido encaminhadas para outras casas a fim de serem educadas e aprenderem alguma tarefa. Sophie abandona a tudo e todos.

Ninguém a vê partir. De qualquer forma ninguém a reconheceria. Vai em busca do Castelo Animado. Uma horrível construção onde vive o terrível Mago Howl, aquele que dizem comer o coração das jovens, mas ele poderia ajudá-la, afinal é um mago.

A velha descobre que o castelo é animado por Calcifer, um demônio do fogo. Ele logo percebe que Sophie está sob um feitiço, apesar de não saber como desfazê-lo. E como Calcifer também é mantido sob um feitiço sem poder dizê-lo, fazem um pacto em que um deve descobrir a forma de acabar com o feitiço do outro.

“Havia uma maçaneta quadrada de madeira acima da porta, engastada no lintel, com uma pincelada de tinta em cada um dos quatro lados” cada cor significa que a porta abriria em um local diferente.

Para garantir a sua estadia no Castelo – que nada mais é do que a própria e simples casa de Howl transformada em um amontoado de chaminés para que se movimentasse –, Sophie se torna a faxineira, sem ser contratada por ninguém. Apenas entra e se instala. E ninguém reclama de ela estar ali. Mas muitas de suas atitudes para manter o local limpo mostram-se frustradas, principalmente porque Howl, Calcifer e Michael, o aprendiz de 15 anos, são muito bagunceiros. E às vezes Sophie mexe onde não deve.

“Como jovem, Sophie teria se encolhido de vergonha pela maneira como estava agindo. Como velha, não se importava com o que fazia ou dizia. E achou isso um grande alívio”, pág 69.

Sophie tem aquele jeito tranquilo de mãe de antigamente, que limpa o quarto como se nada estivesse acontecendo, enquanto o filho protesta do lado, gritando para que deixe sua bagunça em paz.

Mas há mais do que feitiços para serem resolvidos e faxineiras para serem paradas. Howl se compromete a encontrar o Príncipe Justin, irmão mais novo do Rei, que sumiu, mas desiste e Sophie precisa se passar por sua mãe e falar mal para que o Rei não queira mais que o Mago procure o desaparecido.

E além disso tudo há um espantalho com cabeça de nabo que assusta bastante a velha. Tem algumas partes muito engraçadas, algumas que chocam e outras que encantam, passar algumas horas com O Castelo Animado (Editora Record, 318 páginas, R$47,90) é diversão certa!

Foi adaptado em 2004 para o cinema por Hayao Miyazaki, um dos mais conhecidos diretores de animação – que também dirigiu uma das minha animações favoritas A Viagem de Chihiro. Foi através do filme que descobri que O Castelo Animado é um livro. E como é comum em adaptações, a história é um pouco mudada, mas da mesma forma fantástica. Deve ser vista.

Clique para ampliar

Diana Wynne Jones (16 de agosto de 1934 - 26 de março de 2011) cursou inglês na a Universidade de Oxford e foi aluna de C. S. Lewis e J. R. R. Tolkien. Escreveu mais de 40 obras, infelizmente poucas foram lançadas no Brasil. Da série Os Mundos de Crestomanci nem todos os livros foram traduzidos, apenas 5 dos 7 títulos.

Jones escreveu uma história realmente incrível, primeiramente publicada em 1986, e chegou ao Brasil apenas em 2007. Ela gostava de criar várias dimensões, e isso é notado em O Castelo Animado, o primeiro de uma série com três livros, O Castelo no Ar e A Casa dos Muitos Caminhos são os próximos títulos, já lançados no Brasil. Quem gosta de literatura juvenil essa é a obra que não pode faltar em suas leituras. Um livro altamente recomendado.

Primeiro Parágrafo
“Na terra de Ingary, onde coisas como botas-de-sete-léguas e mantos de invisibilidade existem, é um verdadeiro infortúnio ser a mais velha de três irmãs. Todos sabem que é você que vai sofrer o primeiro, e maior, fracasso se as três saírem em busca da sorte”.

*****
Altamente recomendado
Editora: Record
Título Original: Howl’s Moving Castle
Tradutor: Raquel Zampil
ISBN: 8501075469
Ano: 2007
Páginas: 318
*****

18 comentários:

  1. Eu assisti o filme e amei sem falar que oi feiticeiro é lindo!!rsarsr

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, ele era um charme só! =D

      Excluir
  2. Não conhecia, mas amo A Viagem de Chihiro e por isso irei procurar saber mais sobre... caraca a autora teve aulas com Tolkien.. esse livro deve ser realmente muito bom...
    Vai para a lista!
    Beijos
    http://tyelehopes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia, Tyele, é muito bom! Eu queria ter professores legais, tb rsrsrs

      =*

      Excluir
  3. Fiquei muito interessada nesse livro... parece ser muito bom!
    Abrçs
    Maria Margô Blog: A aventura de Ler e escrever
    http://aaventuradelereescrever.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Não lembro quem me indicou o filme, primeiramente. Mas já havia ouvido sobre o Castelo Animado... Vou colocar na minha planilha de "futuras aquisições"..rsrsrs..

    ResponderExcluir
  5. Ai que delícia de livro! Só na resenha já deu pra sentir o encanto da história. Diana é rainha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sim! A história é daquelas para se ler muitas vezes. =)

      Excluir
  6. Ótima resenha de um ótimo livro. Os livros da Diana são muito gostosos, o jeito 'de avó' dela de narrar a história é único, sem contar que ela surpreende nas tramas com uma simplicidade absurda. Li os três títulos dessa 'série', e recomendo com entusiasmo 'O Castelo no Ar': um dos melhores livros de fantasia que eu já li.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Terminei ontem a leitura de "O Castelo no Ar", estou fazendo a resenha. Realmente é também um dos melhores de fantasia que li. Depois irei para o terceiro. =)

      Obrigada pelo carinho ^.^

      Excluir
  7. Não conhecia o livro. Me impressionou ter uma adaptação feita pelo Miyazaki, não tinha ouvido falar mesmo. Fiquei com vontade de ler e claro, assistir :3

    ResponderExcluir
  8. Eu adoro a Diane Wynne Jone, mas esse livro infelizmente ainda não li. Espero ler em breve, mas tá muito caríssimo! hahahahahahhaha

    beijo

    ResponderExcluir
  9. Esse é um dos meus livros favoritos! Me falta o último da série, que pretendo adquirir em breve! O filme tbm é dos meus favoritos do Miyazaki!
    Adoro seu blog! Sou leitora assídua. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, Samy, muito, muito obrigada pelo carinho! ^_^

      Essa série é muito massa. Tenho saudade dos personagens. Espero que você consiga ler logo o último =)

      Excluir
  10. Ótimo livro mesmo! Tinha assistido o filme e depois procurei pelos livros, agora já estou no segundo. Muito bom mesmo! Ótima escritora.

    ResponderExcluir
  11. Mal comecei a ler os livros da Diana Wynne Jones e ela já é uma das minhas escritoras favoritas.

    ResponderExcluir

Obrigada por dividir sua opinião. Ela é muito importante para o crescimento do blog e de seus leitores.