11 de out de 2013

Resenha: O livro das coisas perdidas, de John Connolly

Esse é um livro forte.

Quem não curte passagens fortes, deve lembrar que a vida é assim, veja os noticiários. Os jornais mostram muita crueldade acontecendo. E é real. As fábulas, em sua primeira forma, são terríveis! Depois passaram a ser relativamente bonitas. Imagino que alguém aí tenha dito “mas eu prefiro fantasia para fugir da realidade”, então eu digo “esta é uma história de fuga da realidade”.

O livro das coisas perdidas (Editora Bertrand Brasil, 364 páginas, R$40), de John Connolly, é fantasticamente cruel e verdadeiro! Enxerga-se ali a realidade. Nele, o menino David é mimado, não sabe dividir nada, nem o pai com a madrasta, que tenta ser uma boa pessoa, mas ele não dá abertura. Ele toma como se Rose tivesse roubado o lugar de sua mãe, que morrera. Quando ele ganha um irmãozinho, sente ciúmes e raiva. Mas o que aquela criança fez, além de ser o fruto do amor de duas pessoas?

Na nova casa o menino fica no quarto que era de um antigo parente de Rose, a madrasta. Então, um dia David começa a ouvir os livros, sim, eles falam, eles gritam. Então, numa noite ele atravessa para outro mundo em busca da voz de sua mãe, que o chama, pede que vá salvá-la. Mas ela estava morta... Aquele é um novo mundo. Um mundo cruel e também com pessoas boas. E lá há seres perversos como lobos, homens-lobo... e o Homem Torto.

É tudo uma fábula. O livro das coisas perdidas é uma grande fábula bem escrita, que me fez ter curiosidade, eu queria saber mais e mais. E é forte, triste, terrível. Eu chorei. É tão palpável, real. Um mundo em um livro que me fez parar e pensar em muitos pontos da vida. O quanto vale pensar nos problemas, até mesmo nas picuinhas nas redes sociais que vemos todos os dias acontecendo, por exemplo, e esquecer do importante, daquilo que temos de real... de viver.

David busca, sem perceber, melhorar como pessoa e com os outros. É a evolução do personagem que o leitor acompanha e, se der a chance, cresce junto. Talvez possa dizer que crescemos com qualquer livro, e isso é verdade! É só dar a chance. Há cousas boas em tudo. Mas e precisamos estar abertos para isso. Para notá-las e não somente o errado, o ruim.

Me identifiquei com algumas partes, como quando David tem alguns TOCs.

Enquanto David está em sua jornada, encontra bizarrices que são construídas pelos moradores. E, além disso, há versões das fábulas clássicas, algumas são contadas e em outros momentos o menino encontra os personagens de uma forma, digamos, bem diferente. Como uma Branca de Neve obesa, e seus sete anões acuados. Ele precisa chegar ao rei, precisa que ele o ajude, com tal livro que possui, a voltar ao seu mundo. Mas aí está um grande problema... Simplesmente leia!

Serviço
 Editora: Bertrand Brasil
Título original: The book of lost things
ISBN: 9788528615470
Ano: 2012
Páginas: 364
Tradutor: Cecilia Prada
Skoob | Editora Bertrand Brasil

Leia também
+ Dez mil – autobiografia de um livro – Andrea Kerbaker
+ O Estranho destino de Poison – Chris Wooding

9 comentários:

  1. Fiquei surpreendida com sua resenha. Alguns pontos que não consegui perceber acabei por encontrar em sua resenha muito bem estruturada.
    Fico feliz que tenha gostado.

    bjs doces.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oxe, fico feliz! ^_^

      E obrigada por emprestar esse livro ótimo! Bjoss

      Excluir
  2. Oiii Celly,
    Sabe o que da sua resenha que mais fiquei intrigada? Pensei: se meus livros falassem eu estava perdida... hahaha e ficaria morrendo de medo...
    Amei a resenha... e nunca tinha lido nada deste livro, entrou na minha listinha...

    Beijão
    Lylu
    Relíquias da Lylu
    http://reliquiasdalylu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, fico feliz quando os leitores curtem o livro resenhado e colocam nas listas! *.*

      bjosss

      Excluir
    2. Incrível, Celly, sou vendedora de livros e vc me ajudou mto agora haha
      Patabéns pela resenha e obrigada

      Excluir
  3. Celly,
    Eu já queria ler esse livro, agora então... preciso pra ontem!
    Adoro fábulas e sua resenha me deu um gostinho do que esperar da história. :)
    beijo

    ResponderExcluir
  4. Também entrou pra minha!
    Fiquei ainda mais curiosa. Adorei sua resenha.
    Querida, vem brincar com a gente, conta o que leu e está lendo no meu blog:
    http://www.blogdaclauo.com/2013/11/o-que-voce-esta-lendo-de-bom-me-conta.html
    Bjks mil

    ResponderExcluir
  5. Minha escola pediu esse livro, tava meio desanimada, mas depois dessa resenha, to louca pra ler... prabeens querida, adorei! Beijao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, fico feliz que a resenha tenha ajudado a mudar sua opinião, pois o livro é muito bom. E você vai se divertir =)

      Bjos

      Excluir

Obrigada por dividir sua opinião. Ela é muito importante para o crescimento do blog e de seus leitores.