9 de mai de 2012

Resenha: Hanna, o anjo menorzinho de Deus - Angela Sommer-Bodenburg

Este é um livro sobre crianças, é indicado para elas. E é uma história triste. Narrada em 1° pessoa, no presente, pela visão de Rodolfo, conta sobre ele e sua irmã, Hanna. Li algumas vezes e tenho vontade de reler sempre, é um dos melhores títulos da autora.

O menino precisa fazer para a escola um redação sobre anjos e pensa logo em escrever sobre sua irmã, que é vista como o anjo menorzinho de Deus. Mas a mãe não a vê a sim. A toma por uma peste, que está sempre em seu caminho.

A mãe bate na menina por qualquer motivo, a trata com muito desprezo e muitas vezes a quer longe de seu caminho, a tranca no banheiro quando Hanna faz algo que não a agrada. É uma mulher amargurada por ser pobre e não ter bens materiais, mas quer mostrar às pessoas que pode comprá-los. Qualquer detalhe é suficiente para armar uma guerra contra os filhos. E as crianças sofrem bastante, pois são crianças e deveriam ser tratadas com amor e atenção, principalmente pelos pais.

"– Existe a primeira ordem, dos serafins e querubins, que são os mais próximos de Deus. Na segunda ordem encontram-se os domínios e os poderes, que administram o Universo. Os arcanjos e os anjos da guarda, da terceira ordem, são os que combatem as trevas.
Hanna não diz nada, mas ouve atentamente.
– Existe ainda a quarta ordem – prossigo. – Você faz parte dela.
– Eu?
– É. Na quarta ordem se encontram os anjinhos bem pequenos. Eles vão para as famílias que precisam muito deles.
– E o que esses anjinhos precisam fazer nas famílias?
– Ensiná-las a amar", pág 69.

Hanna, o anjo menorzinho de Deus (Editora Martins Fontes, 160 páginas, R$25,70) foi escrito em 1992 e se faz bastante atual. Ter filhos é simples, a sociedade impõe que os casais os tenham, mas muitos não estão preparados, falta estrutura emocional e o desprezo aos menores é evidente. Angela Sommer-Bodenburg (1948) deixa tudo isso claro e de uma forma que transmite a tristeza de Hanna e, claro, a de seu irmão, que percebe e vive tudo. Crianças são pequenos seres extremamente inteligentes, percebem muito mais sua volta do que os adultos com visão restringida.

Mas Hanna continua a sofrer o desprezo de sua mãe, sofre tanto que alguma atitude deve ser tomada e o simbolismo toma conta da história, e assim mesmo não a torna menos forte, ao contrário.

Para quem gosta de histórias intensas, vai encontrar e Hanna, o anjo menorzinho de Deus, escrito em forma simples, para crianças e jovens, sem em nenhum momento ocultar as questões tão presentes na vida de todos, seja direta ou indiretamente.

Angela Sommer-Bodenburg também é autora da série de 15 volumes O Pequeno Vampiro, que virou filme, série de TV, peças teatrais, quadrinhos.

*****
Editora: Martins Fontes
Título original: Hanna Gottes Kleinster Engel
Tradução: Vera Barkow
ISBN: 8533608349
Ano: 1998
Páginas: 157
******

Leia também:

Através do Espelho - Jostein Gaarder

Do mesmo autor de O mundo de Sofia, essa é a história de Cecília Skotbu, uma menina que vive intensamente. As coisas que vai aprendendo ela anota num caderninho. Ali ela escreveu, por exemplo: "Nós enxergamos tudo num espelho, obscuramente. Às vezes conseguimos espiar através do espelho e ter uma visão de como são as coisas do outro lado. Se conseguíssemos polir mais esse espelho, veríamos muito mais coisas. Porém não enxergaríamos mais a nós mesmos". Cecília passa quase o tempo todo em seu quarto, deitada na cama. Ela está morrendo. Sua história é uma preparação para a morte e por isso é também um mergulho na vida.  Através de seu olhar profundo, o outro lado do espelho se torna um pouco mais claro para nós. 

4 comentários:

  1. Parece bonita - oui trágica - a história. Quero ler =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um drama, na verdade, muito bom, leia sim. Tem na BPP =)

      Excluir
  2. Puxaaaa... Li esse livro a tanto tempo, e nunca tinha conhecido alguém além de mim que já o tivesse lido também... Uma história triste e bela, uma narrativa forte e marcante... Hanna e Rodolfo me conquistaram desde os primeiros diálogos... Agora me deu muita vontade mesmo de reler!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse eu consegui num sebo, pq nunca encontrei em livraria. Já li umas 3 vezes e é ótimo! =)

      Excluir

Obrigada por dividir sua opinião. Ela é muito importante para o crescimento do blog e de seus leitores.